CEAP – Centro Educacional Assistencial Profissionalizante

O CEAP tem uma atuação que valoriza cada indivíduo que passa pela instituição, sobretudo aqueles que são atendidos diretamente por seus programas. Assim, cada aluno é único e conhecido por seu nome e sobrenome.

Nós oferecemos uma educação personalizada a todos os alunos para que cada um possa alcançar o máximo de suas capacidades, forme seus próprios critérios e tome suas decisões de forma livre e responsável, tornando-se protagonista de sua própria história.

Tutoria

Por este motivo, o CEAP tem como um dos pilares de seu modelo pedagógico a preceptoria. A preceptoria é um atendimento mensal, individual e personalizado, oferecido a cada aluno durante todo o curso. Nestes encontros, os alunos aprendem sobre a importância da família, dos valores éticos e são encorajados a pensar e refletir sobre suas ações e objetivos. Este modelo muda a forma como os beneficiários encaram a vida, melhorando sua relação com a sociedade e transformando, inclusive, seu ambiente familiar.
Além de tratar de temas cotidianos, como notas, frequência de presença e desempenho acadêmico de forma geral, os preceptores têm a missão de apresentar aos jovens uma nova perspectiva de futuro. Como o CEAP atua em uma região de alta vulnerabilidade social, muitos beneficiários não possuem acesso a realidades que fogem do contexto atual no qual estão inseridos. Por este motivo, é papel do preceptor, junto à família, apresentar as mais diversas oportunidades que a vida pessoal e profissional apresentará com o tempo, para que os jovens possam vislumbrar o que está por vir. Desta forma, além de capacitarmos os jovens dentro de sala de aula, é na preceptoria que eles são incentivados a sonhar e a pensar em objetivos, metas, plano de vida, entre outros importantes temas.

Em 2019, foram realizados mais de 4.360 atendimentos na tutoria.

Ricardo Seiji
Diretor de Formação do CEAP

“A preceptoria é, antes de mais nada, a confiança entre aluno e professor. Assim que se cria um elo de amizade entre as partes, a tutoria proporciona um caminho para saber como discernir melhor as ideias, clareando a tomada de decisão por parte do aluno.

O preceptor é um amigo, ou seja, mais do que estar ali apenas como um educador, ele se coloca de igual para igual, transpassando confiança e gerando abertura para falar de todos os tipos de assuntos.
Cada dia mais, o ser humano precisa externar suas preocupações, principalmente o jovem. E nessa perspectiva, o preceptor está como um apoio preparado para ouvir e instruir o aluno na sua escolha.

O trabalho mais difícil da preceptoria, é fazer com que o estudante mostre para ele mesmo as respostas que procura. Não é apenas uma receita pronta, o desafio é que ele ache os melhores caminhos a se percorrer.”

Fonte: Pesquisa FGV

Download PDF

Por que adotar a educação personalizada como modelo educativo?

É por meio da Educação Personalizada que há o desenvolvimento de habilidades e aptidões. É muito desafiador para um professor aprimorar certas competências socioemocionais enquanto tem de passar algum conteúdo técnico específico. Por este motivo, o CEAP acredita que dentro da sala de aula deve haver um foco no desenvolvimento da formação técnica de cada jovem, fazendo com que eles adquiram conhecimento, tenham ideias inovadoras, desenvolvam projetos e se especializem. Afinal, o conhecimento adquirido através dos estudos é muito valioso.

Entretanto, também há fundamental importância nas relações do jovem fora de sala de aula, isto é, deve-se encontrar respostas para a questão: como torná-lo uma melhor pessoa, além de prepará-lo para o mercado de trabalho? A Educação Personalizada vem para responder à esta pergunta, propondo uma nova ótica de formação, esta que não visa apenas a parte técnica, mas também humana, atendendo cada indivíduo como um ser único, dotado de uma personalidade especial e com diversas aptidões a serem aprimoradas.