CEAP – Centro Educacional Assistencial Profissionalizante

A educação não pode parar: como contribuir com a educação dos jovens durante a pandemia

Com mais de um ano da pandemia derivada do COVID-19, nosso país tem avançado junto ao programa de vacinação contra o vírus, porém a situação ainda é extremamente delicada e merece grande um cuidado. Apesar das atenções no campo social e da saúde serem o foco do terceiro setor neste momento, o CEAP, Centro Educacional Assistencial Profissionalizante, entende que a educação é peça fundamental para um futuro consistente dos jovens assistidos, com isso, a organização inicia uma campanha de doação em todo o Brasil para que a educação aos jovens em situação de alta vulnerabilidade social não pare.

Em um levantamento realizado em 2020 pelo Instituto DataFavela, uma parceria do Instituto de Pesquisa Locomotiva com a Central Única das Favelas (CUFA), mostra que 55% dos estudantes que residem em favelas no Brasil não estão estudando durante o contágio do coronavírus. Além disso, 34% não conseguem participar das aulas devido a falta de acesso à internet.

O levantamento ouviu cerca de 3.585 alunos e pais de estudantes de comunidades de todo o país, entre os dias 9 e 10 de setembro. Hoje, cerca de 8 meses depois da pesquisa, a realidade pouco mudou e muitos desses jovens continuam a sofrer com a falta de apoio.

Jovens estudantes do CEAP.

No momento em que ainda se discute a reabertura ou não das escolas, entidades do terceiro setor que atuam na área da educação se tornam imprescindíveis às crianças e adolescentes vulneráveis aos impactos socioeconômicos provocados pela pandemia. O CEAP, organização não-governamental, sem fins lucrativos, vem realizando um trabalho impecável desde o início do surto de coronavírus no Brasil, com total suporte técnico e pedagógico aos educandos . No entanto, a organização busca arrecadações para que os resultados sejam ainda maiores.

Atualmente, através da campanha A Educação Não Pode Parar, o centro educacional que fica localizado no bairro de Pedreira, zona sul de São Paulo, pretende atingir e relembrar às pessoas que a educação, um dos grandes pilares de transformação social, não pode ser deixado de lado.

A ONG tem a consciência que muitos dos jovens não tiveram as mesmas oportunidades, ferramentas e acessos necessários para continuar aprendendo, e por isso precisa continuar exercendo suas funções àqueles menos favorecidos. Para isso, busca arrecadações das mais diversas pessoas que se sensibilizam com o atual cenário precário da educação.

Através de uma página de doação, os benfeitores poderão contribuir a partir de R$1,00 por dia e transformar a vida de mais de 1.000 crianças e adolescentes atendidos pelo CEAP.

English EN French FR Portuguese PT Spanish ES